segunda-feira, 29 de junho de 2009

PROJETO DE PAISAGISMO

ESPECIFICAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE
PAISAGISMO



SUMÁRIO

1.0 – OBJETIVO
2.0 – DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
3.0 – ESCOPO
3.1 – PROCEDIMENTOS FORMAIS


3.2- ELEMENTOS PARA PROJETO

3.3- COMPONENTES ESPECÍFICOS

1.0 - OBJETIVO
Esta especificação tem por objetivo estabelecer o escopo, as diretrizes e as especificações técnicas para elaboração dos Projetos de Paisagismo no âmbito das intervenções urbanísticas realizadas pela PMV.
2.0 - DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
Nomenclaturas:
 SEMMAM: Secretaria Municipal de Meio Ambiente
 PMV: Prefeitura Municipal de Vitória
 SEDEC: Secretaria de Desenvolvimento da Cidade
Deverão ser consultadas as seguintes resoluções da municipalidade:
 Plano Diretor de Arborização Urbana.
 Localização de Redes de Concessionárias.
3.0 - ESCOPO
3.1 - PROCEDIMENTOS FORMAIS
Quando houver previsão para o corte de árvores, deverão ser observadas as diretrizes da SEMMAM que dispõem sobre os procedimentos a serem adotados nos casos de licenciamento e fiscalização de corte de árvores. Caberá a firma contratada conduzir todo o processo de aprovação do projeto atendendo a todas as exigências da SEMMAM.
3.2 - ELEMENTOS PARA PROJETO
 O projeto paisagístico deverá abranger as áreas esportivas e de lazer, os espaços livres destinados à convivência diária, a arborização das vias de circulação e acesso e as áreas que por suas características merecem este tipo de tratamento, tais como taludes, encostas, beiras de córregos e canais.
 Deverá ser prevista a implantação variada de espécies nativas (preferencialmente) ou não garantindo uma variedade de espécie indicada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que se adaptem bem às características da região para elas previstas e a função para elas previstas. Deverão ser evitadas grandes extensões de gramados, ou outra especificação que demande alto grau de manutenção.
 No projeto de arborização deverão ser atendidas as recomendações da SEMMAM, no tocante à locação e espaçamentos previstos entre as árvores e palmeiras.


3.3 - COMPONENTES ESPECÍFICOS
ESTUDO PRELIMINAR OU PLANO DE INTERVENÇÃO

 Definição dos locais para a criação de áreas verdes, arborização de vias e projeto paisagístico, indicadas em planta escala 1:1000.
 Estimativa orçamentária com base em índices indicados pela PMV.
PROJETO BÁSICO:
 Planta geral com indicações das áreas objeto de tratamento paisagístico - escala mínima de 1:200. Nas praças apresentar junto com os desenhos de áreas esportivas e de lazer.
 Especificação das espécies vegetais, levantamento dos quantitativos de materiais e serviços e respectivo orçamento com informações levantadas junto a planilha de preços da PMV.
 Resumo Executivo.
 Memorial Descritivo.
 Plantas separadas uma para a locação das espécies e outra para a indicação das espécies propostas em esc. 1:500.
PROJETO EXECUTIVO:
 Detalhamento de todo componente proposto para o projeto;
 Planta de Locação - Escala Mínima de 1:200;
 Memorial Descritivo de plantio;
 Locação e Identificação do Tipo de Vegetação:
 Tabela Indicando os itens abaixo e o respectivo orçamento com informações levantadas junto a planilha de preços fornecida pela PMV:

1. Nome vulgar da espécie vegetal;
2. Nome científico;
3. Espaçamento de plantio;
4. Porte da muda a ser adquirida;
5. Dimensão da cova;
6. Substrato;
7. Embalagem;
8. Custo unitário;
9. Custo total;
10. Quantidade das forrações em m2;
11. Quantidade das plantas ornamentais, arbustos e árvores em unidades;
12. Observações gerais;

Nota: Para Palmeiras especificar o tamanho do tronco.
3.4 – O projeto deverá ser aprovado pela SEMMAM.

Fonte: Prefeitura de Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário